Mais um dia lotado na Defensoria Pública de Santa Catarina, localizada na avenida Othon Gama D´Eça, 622, centro da   Capital. As 75 senhas nesta segunda, dia 04 de novembro, foram todas distribuídas. Com a senha 29 na mão, a técnica de enfermagem de 33 anos, Cristiane Machado esperava a sua vez para ser atendida explicando que é a primeira vez que vem até a Defensoria Pública de Santa Catarina. “ Estou em busca de um remédio para a minha irmã, que luta contra uma leucemia há três anos”, revela informando ainda que a medicação trióxido de arsênio não é fornecida pelo SUS..   Leia a matéria completa ...

banner namidia defensoria santa catarina